Veja quem pode e como se inscrever no FIES 2017

Com o FIES 2017 você pode ingressar em uma faculdade particular e poder ter acesso às melhores instituições de ensino do país é o sonho de milhares de brasileiros.

Através do financiamento estudantil, programa do Governo Federal criado com o objetivo de ajudar pessoas com baixo poder econômico a entraram em instituições privadas, muitos estudantes conseguem se formar em instituições de prestígio, conquistando um espaço importante dentro do mercado de trabalho.

O programa foi criado no ano de 1998, com o objetivo de ajudar os jovens menos favorecidos a financiaram os estudos em faculdades privadas.

O fundo funciona e muitas pessoas utilizam o benefício para custear os gastos com mensalidades e os custos da faculdade.

O financiamento FIES funciona como uma espécie de empréstimo, onde o estudante dependerá de um fiador para que possa se beneficiar do programa.

Além disso, será necessário possuir algumas características e estar dentro de alguns critérios para poder participar do programa.

Quem não pode participar do FIES

O inscrição FIES 2017 conta com uma lista de critérios com informações sobre quem não está apto a se inscrever no programa.

FIES

Confira a seguir quais são esses critérios:

  • Quem não tiver sido pré-selecionado no processo conduzido pelo Ministério da Educação;
  • Caso a matrícula acadêmica estiver trancada;
  • Aqueles que já foram beneficiados com o FIES, exceto em casos que o estudante financiado não tenha usufruído do dinheiro e tenha antecipado o encerramento do contrato;
  • Quem é beneficiado totalmente pelo ProUni;
  • Aqueles que participaram do ENEM, a partir da edição do ano de 2010, e tiraram notas inferior a 450 em todas as provas, e ter tirado notal igual a zero na redação;
  • Aqueles cuja a renda mínima mensal per capita seja igual ou superior a três salários-mínimos federais.

Caso você não se enquadre em nenhum dos critérios descritos a cima, então você poderá se inscrever no programa e se beneficiar do financiamento para custear o curso superior.

Agora chegou a hora de aprender como realizar a inscrição no programa e como funciona o financiamento de uma forma geral.

Como se inscrever no programa FIES 2017?

Primeiro, é preciso se certificar de que você possui todos os critérios para fazer parte do programa FIES. Depois dessa etapa, chegou a hora de realizar a sua inscrição.

FIES

Lembe-se que é muito importante ter realizado o ENEM em 2016, pois será a partir da sua nota que o estudante poderá (ou não) se inscrever no FIES.

Lembrando que notas inferior a 450 e nota zero em redação desqualificará o aluno a ingressar no programa.

  • Passo 1: quando as inscrições estiverem abertas, acesse o Sistema Informatizado do Fies por meio do link www.sisfiesaluno.mec.gov.br;
  • Passo 2: ao inserir os seus dados, você terá acesso ao sistema SisFIES. Aqui é possível conferir a lista de faculdades privadas que fazem parte do programa, realizar simulações e obter todas as informações necessários sobre o funcionamento do programa e sobre as instituições que você pretende cursar o ensino superior
  • Passo 3: depois de confirmar o seu cadastro, chegou a hora de checas quais são os documentos necessários para poder dar entrada no financiamento junto a instituição financeira.

Veja abaixo os documentos necessários:

  • DRI emitido pelo CPSA de sua faculdade;
  • Documento oficial de identificação;
  • CPF ou, caso menor de 18 anos, CPF do responsável legal;
  • Caso for casado, CPF e documento de identificação do conjugue;
  • Um comprovante de residência.

O fiador também deverá apresentar alguns documentos ao banco. Confira a seguir quais são eles:

  • Documento original de identificação;
  • CPF;
  • Certidão de nascimento;
  • Se for casado, CPF e RG do conjugue;
  • Comprovante de residência;
  • Comprovação de renda e dos rendimentos recebidos;

Você ainda tem alguma dúvida sobre quem pode se inscrever no FIES 2017? Faça um comentário com suas questões!